19, Dezembro | 2023  

Analistas-Tributários da Receita Federal em conjunto com a Marinha participaram de operação, realizada entre os dias 13 e 15 de dezembro, no Porto de Itaguaí, no Rio de Janeiro. Essa iniciativa, parte da operação “Lais de Guia”, teve como objetivo principal intensificar a fiscalização para combater o tráfico de armas, drogas e outros ilícitos. A cooperação entre estas duas entidades reflete um esforço robusto e coordenado para garantir a segurança nacional e combater o crime organizado efetivamente.

Durante a operação, foram realizadas inspeções minuciosas em carga de importação e exportação, utilizando cães de faro de ambas as instituições. A fiscalização abrangeu oito contêineres selecionados e uma auditoria de pátio, na qual quase 2 mil contêineres foram verificados. Notavelmente, não foram encontradas inconformidades, demonstrando a eficácia das medidas de controle implementadas.

Drones para Segurança

A operação se destacou pelo uso de drones, tanto da Marinha quanto da Receita Federal, para monitorar o pátio de contêineres. Essa tecnologia foi essencial para garantir a segurança da área, prevenindo o trânsito de pessoas e veículos não autorizados durante as atividades de fiscalização.

Houve também uma abordagem estratégica às embarcações nas áreas de fundeio e no canal de acesso ao Porto de Itaguaí. Embarcações que não apresentaram a documentação necessária ou que estavam navegando em áreas restritas foram notificadas e multadas, numa ação integrada entre a Marinha e a Receita Federal.

A operação mobilizou aproximadamente 20 servidores da Receita Federal e 40 militares da Marinha do Brasil. Esse efetivo demonstra o compromisso e a seriedade com que as instituições estão abordando a questão da segurança portuária e o combate ao crime organizado.

Atuação dos Analistas-Tributários

Como atividade essencial à proteção da sociedade e do Estado, os Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil que atuam na Aduana formam a linha de frente na rotina de combate ao contrabando, descaminho, evasão de divisas, tráfico internacional de drogas e armas e outros crimes transfronteiriços nos postos de fronteira terrestre, aeroportos e portos de todo o país.

A Operação “Lais de Guia”: Um Escudo Contra o Crime

Iniciada em 6 de novembro, a operação “Lais de Guia” representa um marco na segurança marítima brasileira. Com um forte caráter preventivo, a operação visa dissuadir as ações do crime organizado, impedindo o acesso das organizações criminosas aos pontos estratégicos de escoamento de mercadoria ilegal nos portos do Rio de Janeiro, Itaguaí e Santos. (Com informações da Assessoria de Comunicação da Receita Federal e da Marinha do Brasil e do portal www.defesa.tv.br)

Mais notícias
  • há 5 dias

Aduana: Analistas-Tributários atuam na apreensão de cocaína no Aeroporto Internacional de Brasília/DF

Leia mais

  • há 5 dias

Aduana: Analistas-Tributários atuam na retenção de R$450 mil em mercadorias irregulares no Paraná

Leia mais

  • há 5 dias

Aduana: Analistas-Tributários atuam na retenção de cigarros eletrônicos ilegais em Caçador/SC

Leia mais