QUANTIDADE DE CARGA ENTRANDO NO PAÍS POR PORTOS, AEROPORTOS E FRONTEIRAS SECAS EM 2017
  • Quilos
  • Milhares
  • Milhões
  • Bilhões
 

O Fronteirômetro apresenta a projeção, para o ano de 2016, da entrada e saída de pessoas, veículos e cargas pelos modais marítimo, aéreo e rodoviário. Todas as informações são disponibilizadas por meio de contadores que expressam os dados em intervalos de tempo predeterminado: minutos, horas e dias. Portanto, trata-se de uma projeção do fluxo do comércio internacional no momento em que o visitante acessa o site. Todas as informações estão baseadas na média apurada de dados que abrangem o período de 2012 a 2015.

O Fronteirômetro também apresenta informações em relação à fiscalização e controle aduaneiro, realizados pela Receita Federal do Brasil. Além de consolidar informações que reforçam a grandiosidade do comércio exterior, o Fronteirômetro tem como objetivo fundamental chamar a atenção da sociedade brasileira para a importância do aprimoramento do controle aduaneiro.

Quem acessar o Fronteirômetro perceberá a dimensão do fluxo do comércio internacional; verá quantas pessoas, navios, aviões e cargas entram e saem do País por dia/hora/minutos e qual a estrutura existente no Brasil para controlar todo esse fluxo.

Portanto, mesmo que as informações sejam apresentadas por meio de projeções, tais análises evidenciam a necessidade de ampliação da estrutura de fiscalização e controle aduaneiro nas fronteiras brasileiras.

O que é metodologia

A Metodologia é a explicação detalhada de como foi realizada toda ação desenvolvida e o método do trabalho de pesquisa apresentado.

Metodologia do Fronteirômetro

 

1. Contadores – Navios atracados e desatracados nos portos brasileiros

Este contador apresenta a projeção do quantitativo de navios que está atracando e desatracando nos portos brasileiros.

Para se chegar a projeção do quantitativo de navios no ano de 2016, utilizou-se os resultados alcançados nos anos de 2013, 2014 e 2015 disponibilizados pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAC) em seu sítio na internet.

Com os resultados dos anos de 2013, 2014 e 2015, dos quantitativos, realizou-se a operação matemática denominada média aritmética simples.

A média aritmética surge do resultado da divisão do somatório dos números dados pela quantidade de números somados. O resultado da média obtido foi projetado para o ano de 2016 e a partir desse ponto se dividiu o resultado pela quantidade de minutos (observar aqui a grandeza do contador – se ele está por hora, minutos ou segundos *) que um ano possui.

O contador dessa forma apresenta uma projeção crescente do quantitativo atracados e desatracados nos portos brasileiros.

Outros contadores relacionados aos navios atracados e desatracados também obedecem a mesma metodologia, são eles:

 

2. Contador – Cargas carregadas e descarregadas nos portos brasileiros – Importação e exportação

Este contador apresenta a informação sobre os quantitativos de cargas importadas e exportadas estão sendo descarregadas e carregadas nos portos brasileiros.

Para se chegar a projeção do quantitativo de cargas carregadas e descarregadas nos portos brasileiros no ano de 2016, utilizou-se os resultados alcançados nos anos de 2013, 2014 e 2015 disponibilizados pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ) em seu sítio na internet[1].

Com os resultados dos anos de 2013, 2014 e 2015, dos quantitativos de cargas carregadas e descarregadas em navios atracados e desatracados nos portos brasileiros, realizou-se a operação matemática denominada média aritmética simples, também é conhecida apenas por média.

O resultado da média obtido foi projetado para o ano de 2016 e a partir desse ponto se dividiu o resultado pela quantidade de minutos (observar aqui a grandeza do contador – se ele está por hora, minutos ou segundos *) que um ano possui.

O contador dessa forma apresenta uma projeção crescente do quantitativo de cargas que são carregadas (importação) e descarregadas (exportação) por minutos (*) nos portos brasileiros.

Outros contadores relativos às cargas carregadas e descarregadas obedeceram a mesma metodologia:

 

3. Contadores - Contêineres com carga importada desembarcados e Contêineres com carga exportada carregados

Esses contadores apresentam, respectivamente, as informações sobre os quantitativos de contêineres com cargas importadas e exportadas que estão sendo descarregadas e carregadas nos portos brasileiros.

Para se chegar a projeção do quantitativo desses contêineres no ano de 2016, utilizou-se os resultados dos anos de 2013, 2014 e 2015 disponibilizados pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ) em seu sítio na internet.

Com os resultados dos anos de 2013, 2014 e 2015, dos quantitativos contêineres com carga importada e exportada, descarregados e carregados, nos portos brasileiros, realizou-se a operação matemática denominada média aritmética simples, também é conhecida apenas por média.

O resultado da média obtido foi projetado para o ano de 2016 e a partir desse ponto se dividiu o resultado pela quantidade de minutos (observar aqui a grandeza do contador – se ele está por hora, minutos ou segundos *) que um ano possui.

Os contadores, dessa forma, apresentam projeções crescentes do quantitativos por minutos (*) de contêineres descarregados e carregados nos portos brasileiros.

Outros contadores relativos às cargas carregadas e descarregadas obedeceram a mesma metodologia:

 

4. Contador – Aviões pousados e decolados nos aeroportos brasileiros (Voos internacionais)

Este contador apresenta a informação sobre o quantitativo de pouso e decolagens de voos internacionais nos aeroportos brasileiros.

Para se chegar a projeção do quantitativo dos voos internacionais (pousos/decolagens) no ano de 2016 se utilizou os resultados dos anos de 2012, 2013 e 2014 disponibilizados pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Portuária (INFRAERO) em seu sítio na internet.

Com os resultados dos anos de 2012, 2013 e 2014 dos quantitativos de voos nos aeroportos brasileiros, realizou-se a operação matemática denominada média aritmética simples, também é conhecida apenas por média.

O resultado da média obtido foi projetado para o ano de 2016 e a partir desse ponto se dividiu o resultado pela quantidade de minutos (observar aqui a grandeza do contador – se ele está por hora, minutos ou segundos *) que um ano possui.

Os contadores, dessa forma, apresentam projeções crescentes do quantitativos por minutos (*) de voos internacionais pousando e chegando nos aeroportos.

Outros contadores relativos às cargas áreas carregadas e descarregadas e movimentação de passageiros nos aeroportos obedeceram a mesma metodologia:

 

5. Contador Cargas importadas e exportadas (modal rodoviário)

Este contador apresenta a informação sobre os quantitativos de cargas importadas e exportadas que utilizam o modal rodoviário para cruzar as fronteiras.

Para se chegar a projeção do quantitativo das cargas rodoviárias (importação e exportação) no ano de 2016 se utilizou os resultados dos anos de 2012, 2013 e 2014 disponibilizados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio - MDIC e Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT, em seus sítios na internet.

Com os resultados dos anos de 2012, 2013 e 2014 dos quantitativos de cargas rodoviárias, realizou-se a operação matemática denominada média aritmética simples, também é conhecida apenas por média.

O resultado da média obtido foi projetado para o ano de 2016 e a partir desse ponto se dividiu o resultado pela quantidade de minutos (observar aqui a grandeza do contador – se ele está por hora, minutos ou segundos *) que um ano possui.

Os contadores, dessa forma, apresentam projeções crescentes do quantitativos por minutos (*) das cargas rodoviárias que cruzam as fronteiras.

Outros contadores relativos ao modal de transporte rodoviário obedeceram a mesma metodologia, são eles: