Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (RFB) atuaram na apreensão de mais de 16 quilos de cloridrato de cocaína, em Corumbá/MS, e na retenção de mineradoras de criptomoedas e de cigarros contrabandeados, em Foz do Iguaçu/PR. As ações ocorreram nesta quinta-feira, dia 16.

A apreensão da droga ocorreu durante ação conjunta entre servidores da RFB, da Polícia Civil (PC) e militares do Exército. Na oportunidade, dois ônibus de turismo foram escoltados do bairro Popular Nova até o Posto Esdras para fiscalização de mercadorias que apresentavam indícios de descaminho e contrabando.

Após verificação física, que contou com apoio de cães de faro, foram localizados mais de 16 quilos de cloridrato de cocaína em um dos ônibus, avaliada em cerca de R$ 3 milhões. A droga e o veículo foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil em Corumbá para providências legais.

Mineradoras de criptomoedas

Por sua vez, a retenção das mineradoras de criptomoedas se deu no âmbito da Operação Fronteira e ocorreu na manhã de ontem, no Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu/Cataratas. Os equipamentos, adquiridos no exterior, foram retidos pelos servidores da RFB durante abordagem de um passageiro de 30 anos, brasileiro e natural de Vitória/ES.

O homem levantou suspeitas após realizar o check-in nos últimos minutos antes do encerramento de um voo com destino a Guarulhos, em São Paulo. O valor estimado da retenção é de R$ 43 mil, considerando o valor de mercado externo das criptomoedas.

O caso está em fase de qualificação. Será necessário, será instaurada uma Representação Fiscal para Fins Penais posteriormente, junto ao Ministério Público Federal (MPF).

Cigarros contrabandeados

Ainda em Foz do Iguaçu, os servidores da RFB atuaram na retenção de cerca de 200 pacotes de cigarros contrabandeados do Paraguai. A ação foi realizada em conjunto com policiais federais.

Durante fiscalização aduaneira, os servidores pararam um veículo, com placas paraguaias, para vistoria. Na ocasião, foi constatada a existência de um fundo falso no carro, onde estavam escondidos os pacotes de cigarros.

O condutor foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Federal (PF) em Foz do Iguaçu, onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante, juntamente com o veículo e os cigarros estrangeiros.

FontesCapital do PantanalPortal GDia e Receita Federal

Atuação dos Analistas-Tributários

Como atividade essencial à proteção da sociedade e do Estado, os Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil que atuam na Aduana formam a linha de frente na rotina de combate ao contrabando, descaminho, evasão de divisas, tráfico internacional de drogas e armas e outros crimes transfronteiriços nos postos de fronteira terrestre, aeroportos e portos de todo o país.

Mais notícias
  • há 2 meses

Aduana: Analistas-Tributários atuam na apreensão de cocaína no Aeroporto Internacional de Brasília/DF

Leia mais

  • há 2 meses

Aduana: Analistas-Tributários atuam na retenção de R$450 mil em mercadorias irregulares no Paraná

Leia mais

  • há 2 meses

Aduana: Analistas-Tributários atuam na retenção de cigarros eletrônicos ilegais em Caçador/SC

Leia mais