Nos últimos três anos, a Receita Federal apreendeu em todo o território nacional mais de 176 toneladas de drogas, gerando um prejuízo ao crime organizado de mais de R$ 28 bilhões.

Somente no ano passado, a Receita Federal realizou mais de três mil e quinhentas operações de combate ao contrabando, ao descaminho e à importação irregular de mercadorias. Um resultado excepcional quando se considera a dimensão do território brasileiro, sua movimentação de mercadorias no mercado internacional e o quantitativo de servidores que atuam na Aduana e que são os responsáveis pelo controle do comércio exterior e pelas ações de vigilância e repressão.

As apreensões de droga fazem parte da rotina dos servidores da Receita Federal que atuam na Aduana e que realizam nos portos, aeroportos, postos de fronteira de todo o país ações de vigilância e repressão e de controle aduaneiro que também que ocorrem rotineiramente em estradas vicinais, rodovias, centro comerciais e de distribuição de mercadorias por todo o país.

Uma atividade que está diretamente relacionada à segurança pública e à proteção da sociedade. E para destacar a importância do enfrentamento ao tráfico internacional de drogas, a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu em 1987 o dia 26 de junho como o Dia Internacional contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas.

A data foi criada para conscientizar a população sobre esse tema, enfatizando a necessidade de combater os problemas sociais criados pelas drogas ilícitas, além de planejar ações de combate à dependência química e o tráfico de drogas. Atualmente o uso e abuso de álcool e outras drogas constituem um dos mais importantes problemas de saúde pública no mundo, considerando-se a magnitude e a diversidade de aspectos envolvidos.

Nesta data, é fundamental ressaltar a dimensão do trabalho que a Receita Federal desempenha na proteção da sociedade. Também é importante destacar a atuação do Analista-Tributário da Receita Federal que, na maioria das vezes, é o servidor do Estado brasileiro que realiza o primeiro combate ao tráfico de drogas, por meio das apreensões que são realizadas diariamente nos portos, aeroportos e postos de fronteira e nas operações de repressão realizadas em todo o país.  

O Sindireceita parabeniza a todos os Analistas-Tributários que atuam diariamente no controle aduaneiro e combate ao tráfico internacional de drogas e todos os servidores públicos que juntos lutam por uma Brasil mais seguro.

Mais notícias
  • há 4 meses

Aduana: Analistas-Tributários atuam na apreensão de cocaína no Aeroporto Internacional de Brasília/DF

Leia mais

  • há 4 meses

Aduana: Analistas-Tributários atuam na retenção de R$450 mil em mercadorias irregulares no Paraná

Leia mais

  • há 4 meses

Aduana: Analistas-Tributários atuam na retenção de cigarros eletrônicos ilegais em Caçador/SC

Leia mais