Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil atuaram na apreensão de drogas como cocaína, skunk, e mercadorias ilegais em diversos estados do país no mês de  junho. Confira os destaques:

Atuação de Analistas-Tributários em Mundo Novo/MS é determinante para a prisão de dois homens envolvidos em roubo e receptação

Analistas-Tributários da Equipe de Vigilância e Repressão da Alfândega da Receita Federal, em Mundo Novo/MS, fronteira com o Paraguai, com o apoio de policiais militares, na sexta-feira (10), atuaram na abordagem de um táxi paraguaio entrando no Brasil, onde viajavam dois homens.

Devido ao nervosismo apresentado pelos passageiros, e ao fato de um deles possuir R$ 4 mil em dinheiro, foi procedida uma consulta detalhada dos nomes apresentados, quando um deles empregou fuga a pé em direção a uma mata nas proximidades, mas acabou sendo alcançado e detido.

Foi constatado então que o fugitivo havia fornecido nome falso, e que possuía mandado de prisão em seu desfavor emitido pela Justiça de Santa Catarina, por furto, porte ilegal de arma e tráfico de drogas. O outro indivíduo acabou confessando que o dinheiro era proveniente da venda no Paraguai de uma caminhonete Amarok que havia sido roubada no estado do Paraná.

Em contato com os policiais paranaenses, descobriu-se que o proprietário da caminhonete, residente em Bituruna, estava sob cárcere privado, e que no início da noite de quinta-feira havia sido rendido por um homem armado com uma pistola, após lhe pedir água. O indivíduo, com o auxílio de comparsas, depois de amarrarem a vítima em seu quarto, roubaram sua caminhonete e outros objetos.

As características físicas de um dos autores do roubo coincidem com as de um dos detidos na fronteira, apontando para sua participação efetiva no roubo. Diante dos fatos, os dois homens receberam voz de prisão e foram encaminhados, após realização de exame de corpo de delito, para a Polícia Civil em Mundo Novo/MS.

Mundo Novo

Apreensão de ouro em Boa Vista avaliado em R$ 2 milhões

Analistas-Tributários da Equipe de Vigilância e Repressão ao Contrabando e Descaminho da Delegacia da Receita Federal em Boa Vista atuaram na apreensão de 8 kg de ouro avaliado em R$ 2 milhões. O produto não possuía comprovação da aquisição regular, e a foi realizada no dia 1º de junho.

A apreensão ocorreu no terminal de cargas do Aeroporto Internacional de Boa Vista porque a apresentação do conteúdo era diferente do que estava reportado no documento de transporte de carga.

Apreensão de US$ 500 mil em voo doméstico

Analistas-Tributários da Divisão de Conferência de Bagagem da Alfândega de Guarulhos, São Paulo, atuaram na fiscalização de um voo doméstico procedente de Boa Vista na segunda-feira, 13 de junho. Um passageiro foi surpreendido com US$ 500 mil sem comprovação de origem. O dinheiro estava oculto em pacotes de café na bagagem do viajante.

Os Analistas-Tributários atuaram na apreensão do dinheiro, e o passageiro foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil no aeroporto.

WhatsApp Image 2022 06 21 at 13.24.27

Delegacia de Boa Vista reprime ilícitos aduaneiros

Analistas – Tributários da Equipe de Repressão ao Contrabando e Descaminho em Boa Vista, atuaram entre os dias 10 a 12 de junho na ação de combate a ilícitos aduaneiros. As ações ocorreram de forma simultânea nos correios e na fronteira do Brasil com a Guiana. Total das apreensões é de aproximadamente R$ 50 mil.

Nos correios, foram retidos 70 volumes contendo em sua maioria produtos falsos de grifes famosas. Todo o material destinava-se à comercialização.

A ação também ocorreu na Inspetoria de Bonfim, fronteira com a Guiana, onde foram vistoriados aproximadamente 250 veículos de passeios e dois ônibus de turismo da cidade de Manaus, estado do Amazonas.

Apreensão de 3,134 kg de cocaína no aeroporto de Guarulhos

Analistas – Tributários da Divisão de Conferência de Bagagem da Alfândega do aeroporto de Guarulhos, atuaram nessa terça-feira, 14 de junho, na apreensão de 3,134 kg de cocaína na bagagem de uma passageira.

A apreensão aconteceu durante a fiscalização de um voo com destino à África, através do aparelho de raios X. Em vistoria direta, na presença da passageira, foram encontrados 3,134 kg de cocaína oculta no fundo falso de duas bolsas femininas que estavam dentro da mala despachada.

A passageira foi conduzida à Polícia Federal do aeroporto.

WhatsApp Image 2022 06 21 at 13.24.31

Dupla K9 apreende cerca de R$ 121 mil em Skunk em Recife

Analistas – Tributários da dupla K9 da Direp04, formada pela condutora K9, a Analista-Tributária Ivanisa Leão Santana da Costa, e a agente canina Phoênix, atuaram na apreensão de de 1,353 kg de Skunk, no dia 8 de junho, em Recife.  

A Declaração de Conteúdo da encomenda continha a informação de que em seu interior havia 2 mil panfletos de loja. A agente canina Phoênix indicou se tratar de droga.

A Polícia Civil foi informada e realizou investigações para identificar os envolvidos e autuar por prática de tráfico ilícito dessas substâncias.

Retenção de cigarros  contrabandeados em Belém

Analistas – Tributários da Receita Federal no Pará atuaram na retenção de uma carga com 500 cigarros eletrônicos (vapers) em Ananindeua, em Belém, no Pará. Só no ano de 2021, os servidores da Receita Federal já atuaram na retenção de mais de 2 mil cigarros eletrônicos no estado.

Os cigarros eletrônicos apreendidos foram avaliados em R$ 100 mil, e vinham de São Paulo com destino à Grande Belém.

Além dos cigarros eletrônicos, foram apreendidos 2 mil lasers para uso submarino.

WhatsApp Image 2022 06 21 at 13.24.33

Apreensão de 268 kg de cocaína no Porto de Suape

Analistas – Tributários da IRF/Porto de Suape (PE) atuaram na apreensão de 268 quilos de cocaína escondidos em contêineres de navios internacionais no Porto de Suape na última quarta-feira (15). A droga seria exportada para a África pelo Porto de Suape.

A apreensão é fruto do trabalho integrado da inteligência da Inspetoria do Porto de Suape e da Divisão de Repressão ao Contrabando e Descaminho.

Após os alvos serem selecionados para inspeção, o escâner apontou irregularidades em uma das cargas e ao serem vistoriadas pela fiscalização. Com apoio da Equipe K9, formada pela condutora, a Analista-Tributária Ivaniza Leão Santana da Costa, e a agente canina Phoênix, a droga foi encontrada. Os testes confirmaram a substância ilícita que será encaminhada à Polícia Federal, que dará prosseguimento às investigações.

Apreensão de 518 kg de cocaína no Porto de Santos

Analistas – Tributários da Receita Federal, em uma ação integrada de combate ao tráfico internacional de drogas com a Polícia Federal, atuaram na apreensão de 518 kg de cocaína em um dos terminais do Porto de Santos, nessa terça-feira, 14 de junho. A droga estava escondida em um contêiner refrigerado, em meio a carga de carne desossada de equinos, e tinha como destino o Porto de Antuérpia, na Bélgica.

A carga de 27 toneladas de carne, acondicionadas em 1.060 caixas de papelão, foi selecionada pela área de Gestão de Riscos da Receita Federal, com análise das operações de exportação e utilização de imagens de escâneres. Em 30 delas, foram localizados tabletes de cocaína em substituição à carga regular.

Após a confirmação da contaminação da carga, a Polícia Federal foi acionada para realizar o trabalho de perícia no local e participar, de forma integrada, do restante da operação.

WhatsApp Image 2022 06 21 at 13.24.34

Mais notícias
  • há 4 dias

Sindireceita lança campanha pela atualização da tabela do Imposto de Renda, por um sistema tributário mais simples e justo e pelo fortalecimento do controle de fronteiras

Leia mais

  • há 1 semana

Analistas-Tributários da RFB atuam na apreensão de mais 3,8 toneladas de drogas e retenção de mercadorias ilegais valoradas em mais de R$ 12,7 milhões em agosto

Leia mais

  • há 1 semana

Analistas-Tributários da Receita Federal atuam na apreensão de cerca de 2 tonelada de cocaína nos portos do País

Leia mais