QUANTIDADE DE CARGA ENTRANDO NO PAÍS POR PORTOS, AEROPORTOS E FRONTEIRAS SECAS EM 2017
  • Quilos
  • Milhares
  • Milhões
  • Bilhões
 

PASSAGEIROS DE VOOS INTERNACIONAIS

Para dimensionar a movimentação de passageiros internacionais, embarcando ou desembarcando, através dos aeroportos brasileiros o “Fronteirômetro” se baseou em dados estatísticos e informações disponibilizadas pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) e pelas administradoras dos aeroportos privatizados, durante o período de 2015 a 2016.

*Os contadores levam em consideração os passageiros residentes e não residentes no Brasil

Aeroportos administrados pela Infraero

Os contadores a seguir apresentam as projeções para 2017 dos quantitativos de passageiros internacionais embarcando e desembarcando em tempo real:

Desembarque (passageiros)


     

    Embarque (passageiros)

      Aeroportos privatizados

      Os contadores a seguir apresentam as projeções para 2017 dos quantitativos de passageiros internacionais embarcando e desembarcando em tempo real:

        Embarque/Desembarque
          passageiros

        AEROPORTOS PRIVATIZADOS: Aeroporto Internacional de Viracopos/SP, Aeroporto de Brasília/DF, Aeroporto Internacional Tom Jobim/RJ, Aeroporto Internacional de Guarulhos/SP, São Gonçalo do Amarantes/RN e Aeroporto Internacional de Confins/MG.

        Bagagem dos passageiros internacionais e a Receita Federal (Aduana)

        O passageiro internacional desembarcando no Brasil que seja maior de 16 anos com produtos comprados do exterior na bagagem necessita saber dos limites impostos pela Receita Federal, órgão responsável pelo controle aduaneiro de bens, pessoas e veículos.

        A Receita Federal do Brasil disponibiliza, em seu site (clique aqui), dados sobre os procedimentos de controle aduaneiro e tratamento tributário para os bens adquiridos pelo viajante no exterior.

        Outros órgãos governamentais também realizam controle de passageiros de voos internacionais, como Polícia Federal e Anvisa.