QUANTIDADE DE CARGA ENTRANDO NO PAÍS POR PORTOS, AEROPORTOS E FRONTEIRAS SECAS EM 2019
  • Quilos
  • Milhares
  • Milhões
  • Bilhões
 

Dos dias 7 a 13 de fevereiro, Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (RFB) participaram da maior apreensão de drogas da história do Porto de Natal/RN, além de apreensões de grande quantidade de substâncias ilícitas nos municípios de Nova Alvorada do Sul/MS e Manaus/AM. No período, os servidores do cargo também participaram da retenção de três embarcações carregadas de madeira sem documentação na orla de Belém/PA.

A apreensão de 3,2 toneladas de cocaína no Porto de Natal foi possível em virtude da Operação Cactus, realizada no local dos dias 7 a 10 de fevereiro, pela Receita Federal em conjunto com as polícias Federal (PF) e Rodoviária Federal (PRF). Na segunda-feira, dia 11, a análise de situações suspeitas no Porto resultou na apreensão de 1,2 tonelada de cocaína, encontrada em meio a frutas no interior de um contêiner que seguiria para os Países Baixos (Holanda). O embarque da carga para a Europa, contendo 998 tabletes, seria feito na manhã desta terça-feira, dia 12.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na tarde desta quarta-feira, dia 13, a Inspetoria da RFB em Natal localizou mais 2 toneladas de cocaína (160 caixas com tabletes) no Porto. A droga estava escondida no interior de cargas de melão, que também teriam como destino final a Holanda. As investigações prosseguirão visando identificar os donos das cargas ilícitas.

 

 

 

 

 

 

No dia 7 de fevereiro, Analistas-Tributários também participaram da apreensão de 120 quilos de substância, cuja suspeita é que seja fenacetina, em Manaus/AM. O produto químico proibido é utilizado por traficantes de drogas para a fabricação de cocaína e foi interceptado no Centro de Tratamento de Cartas e Encomendas (CTCE) dos Correios, saindo de Manaus para outras localidades do País.

A RFB escaneou as encomendas e verificou que o remetente havia sido preso em 2013 por porte ilegal de arma de fogo e envolvimento com o tráfico. A encomenda foi retida e imediatamente os servidores da RFB acionaram o Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc) da Polícia Civil no município. Os envolvidos com a encomenda foram identificados e indiciados, devendo responder a inquérito posterior.

Os Analistas-Tributários também participaram, na madrugada desta terça-feira, dia 12, da apreensão de 250 quilos de substância análoga à maconha, durante operação de vigilância e repressão em estradas vicinais do município de Nova Alvorada do Sul. A droga estava sendo transportada por um homem de 47 anos, em um veículo VW Gol. Durante a abordagem, o condutor empreendeu fuga da fiscalização. Os servidores realizaram acompanhamento tático do veículo e conseguiram realizar a prisão em flagrante do condutor, que foi levado à Delegacia de Polícia Civil no município para pesagem e ulteriores procedimentos.

Ainda no dia 12 de fevereiro, Analistas-Tributários participaram da retenção de três embarcações carregadas de madeira sem documentação na orla de Belém/PA. A fiscalização conjunta com a Polícia Fluvial foi realizada com a Lancha Patrulha Aduana Breves da Receita Federal. O Ibama e a Marinha do Brasil foram imediatamente acionados para verificação da madeira e documentação legal das embarcações.