QUANTIDADE DE CARGA ENTRANDO NO PAÍS POR PORTOS, AEROPORTOS E FRONTEIRAS SECAS EM 2019
  • Quilos
  • Milhares
  • Milhões
  • Bilhões
 

Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil participaram no último sábado, dia 17, no âmbito da Operação Fronteira Integrada e Hórus, de ações conjuntas com a Força Nacional, o BPFron e o Exército que resultaram na retenção de dois veículos com anabolizantes e cigarros na aduana da Ponte Internacional da Amizade, no Paraná.

A primeira ação ocorreu por volta das 14h, quando as equipes abordaram uma van de placa paraguaia. Uma das passageiras do veículo levava cerca de 90 pacotes de cigarros. Os cigarros, estimados em R$ 32 mil, foram apreendidos. O veículo e a passageira foram liberados, porém serão enviadas Representações Fiscais para fins penais ao Ministério Público para apuração dos ilícitos.

A segunda ação ocorreu por volta 18h, quando as equipes de segurança abordaram um veículo onde estavam o motorista e uma passageira. Durante a vistoria, as equipes encontraram 430 unidades de medicamentos anabolizantes e outros proibidos no Brasil em caixas de eletrodomésticos. Segundo o condutor, ele recebeu as caixas fechadas no Paraguai e as entregaria em Guarapuava/PR, com a informação de que se tratava de proteínas e vitaminas. O motorista foi preso em flagrante e a passageira foi liberada. O veículo e os produtos foram encaminhados à Delegacia da Polícia Federal para as providências legais cabíveis.

A Receita Federal disponibiliza um telefone de contato para denúncias, de forma anônima, por meio do número (45) 9 9152-2036.

A Operação Fronteira Integrada está inserida no âmbito do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF), instituído pelo Decreto 8.903/2016, e tem como diretrizes a atuação integrada e coordenada dos órgãos de segurança e de fiscalização atuantes nas fronteiras, e como foco, o fortalecimento da prevenção, do controle, da fiscalização e da repressão aos delitos transfronteiriços, como contrabando, descaminho, tráfico de drogas, armas e medicamentos, entre outros. Participam da Operação a Receita Federal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Batalhão de Polícia da Fronteira – BPFRON, Força Nacional de Segurança Pública – FNSP e o Instituto de Transportes e Trânsito de Foz do Iguaçu – Foztrans. (Com informações da Assessoria de Comunicação da Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu/PR)