A Equipe de Repressão Portuária da Receita Federal na 9ª Região Fiscal, em operação conjunta com a Polícia Federal, com a atuação de Analistas-Tributários, apreendeu 107,5 quilos de cocaína na tarde desta última quinta-feira, 11 de junho, no Porto de Paranaguá/PR.

Os criminosos utilizaram a abertura do motor do contêiner refrigerado para introduzir a droga. Essa técnica é conhecida como Rip on/ Rip off, onde o exportador da carga não possui conhecimento do ilícito. A droga foi inserida em dois contêineres que teria como destino o Porto de Gioia Tauro, na Itália.

Essa é a 13ª apreensão de cocaína realizada pela Receita Federal no Porto de Paranaguá em 2020, totalizando 4.294,5 quilos da droga.

A droga foi encaminhada para a Polícia Federal que seguirá com as investigações.

(Com informações da Receita Federal).

Como atividade essencial à proteção da sociedade e do Estado, os Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil que atuam na Aduana mantêm a rotina de trabalho nos postos de fronteira terrestre, aeroportos e portos de todo o país.

Inclusive, os Analistas-Tributários reforçaram sua atuação para contribuir com a sociedade nesse momento, reafirmando o objetivo de garantir controle aduaneiro nas atividades de importação e exportação e, principalmente, assegurar a realização das atividades de fiscalização, vigilância e repressão, mesmo durante a pandemia de coronavírus.

Os Analistas-Tributários estão na linha de frente atuando na facilitação do comércio exterior, mas agindo também para garantir o combate ao contrabando, descaminho e tráfico internacional de drogas por todo o país.

Nosso objetivo é facilitar e manter a segurança do fluxo do comércio internacional por nossas fronteiras.

#sindireceita #analistatributário #receitafederal #Aduana #Apreensão #Fronteira